Apple Arcade cancela jogos e procura outros projetos

8


A Apple cancelou contratos com produtoras de games independentes no seu serviço Apple Arcade. Além disso, a fabricante está preocupada com a baixa adoção ao serviço e está procurando projetos de games “mais interessantes”.

O Apple Arcade é barato, mas parece que não está mantendo o público interessado nele. Segundo uma matéria do site Bloomberg, a Apple está preocupada com o baixo engajamento no serviço. Ao que parece, muita gente contrata, mas pouco joga os games do Apple Arcade.

– Apple instafisfeita

Segundo o site, a Apple entrou em contato, via comunicado, com os desenvolvedores em meados de abril para dizer que seus jogos não ofereciam o nível de “envolvimento” que está sendo procurado, e que estaria cancelando alguns projetos. Alguns desenvolvedores cujos contratos foram cancelados enfrentaram problemas financeiros por conta do somatório de problemas com um agravante: a pandemia.

O serviço Apple Arcade foi lançado em setembro do ano passado ao preço de US$ 4,99 (R$ 10 aqui no Brasil) . Com mais de 120 jogos, parece que nenhum se tornou o “hit” que a Apple esperava, nem mesmo títulos como Oceanhorn 2, Beyond a Steel Sky ou Sayonara Wild Hearts.

“O Apple Arcade redefiniu o que um serviço de jogos pode ser, colocando a jogabilidade ilimitada na ponta dos dedos dos assinantes e de suas famílias em todos os seus dispositivos Apple”, afirmou a Apple em comunicado. “Estamos orgulhosos de ter lançado o primeiro serviço de assinatura de jogos para dispositivos móveis que agora apresenta mais de 120 jogos, muitos dos quais premiados e amplamente celebrados por sua arte e jogabilidade. A visão sempre foi crescer e evoluir o catálogo da Apple Arcade, e mal podemos esperar que nossos usuários experimentem os jogos que os desenvolvedores estão trabalhando agora. “

A Apple acrescentou que sempre planejou fazer alterações no serviço com base no feedback dos assinantes. A gigante de Cupertino destinou dezenas de milhões de dólares para apoiar a criação de jogos para o serviço Arcade e gastou entre 1 e 5 milhões de dólares (por jogo) em vários títulos até agora, segundo pessoas familiarizadas com os esforços da Apple.

– Será que a Apple não esperou demais do serviço?

Bem, agora vem a minha humilde opinião pessoal. Se a Apple espera um engajamento como em jogos online ultra-viciantes como PUBG Mobile, Brawl Stars, Free Fire e etc, ela pode tirar o cavalinho da chuva.

Jogos premium, no mobile, são um nicho muito, muito pequeno… todavia rentável!

Talvez a Apple tenha esbarrado em algo muito peculiar dos donos de iPhones e iPads: Ter grana! A pessoa pode muito bem comprar outra plataforma destinada apenas a games  e curtir jogos muito mais imersivos e impactantes.

Lembre-se: videogame só é caro em países de terceiro mundo.

Nos EUA, com um salário mínimo, é possível comprar um PS4 e quase 20 jogos tranquilamente, tudo em um único mês! No Brasil, você precisa de  2,5 meses para comprar um PS4. E não vou entrar no assuntos do preço dos games por aqui. Veja por conta própria.

Onde eu quero chegar comentando isso?  Quero chegar no ponto que o serviço não é tão interessante assim para países onde é muito fácil, e barato, comprar consoles de videogame.

Mas tem outro ponto.

Sessões da jogatina longas demais, para um jogo mobile, também podem ter tido um impacto negativo. Por mais legal que seja para nós, amantes de jogos mobile, o grande público não vai ficar de 40 minutos a 1 hora, em apenas uma ou duas fases de um jogo de celular. Simplesmente aparece uma notificação de WhatsApp ou Facebook, e a pessoa “quita” do game.

Enfim, espero que o serviço do Apple Arcade não “morra”, e que a Apple baixe suas expectativas com relação a esse serviço.

Com informações de Bloomberg.

Este post foi postado originalmente em Apple Arcade cancela jogos e procura outros projetos.

Link original do post: Mobile Gamer

Autor do Post: Dario Coutinho