Chuvas deixam mais de 118 mortos e 7 milhões de atingidos no sul da Ásia

12


NARENDRA SHRESTHA/EFEIncidentes são frequentes noa região na época de maior intensidade das chuvas de monção, entre julho e agosto

Pelo menos 118 pessoas morreram, 37 estão desaparecidas e quase 7 milhões foram afetadas por inundações e deslizamentos de terra causados pelas chuvas que castigam o Nepal, o nordeste da Índia e Bangladesh, informaram nesta terça-feira (16) as autoridades desses países.

Após quase uma semana de chuvas contínuas, morreram no Nepal 79 pessoas e 17 mil tiveram que deixar suas casas, na maioria dos casos devido a deslizamentos e inundações causadas pelas precipitações, segundo dados mais recentes do Ministério do Interior nepalês. De acordo com boletim, 34 pessoas estão desaparecidas em diferentes partes do país, enquanto outras 40 ficaram feridas.

As chuvas incessantes começaram na quinta-feira passada, causando deslizamentos de terra na região montanhosa do país do Himalaia. Do total de mortos reportados até agora pelas autoridades nepalesas, 27 foram vitimados em avalanches de terra que destruíram casas.

O Departamento de Hidrologia e Meteorologia do Nepal informou que as chuvas do período das monções começaram a diminuir desde a segunda-feira (15), prevendo para os próximos dias chuvas parciais e intensas em algumas partes do país.

O responsável do Centro Nacional de Operações de Emergência, Bednidhi Khanal, disse que os deslocados pelas chuvas de monção foram transferidos para acampamentos temporários.

Perto da fronteira com o Nepal, no estado de Assam, na Índia, as chuvas deixaram pelo menos cinco mortos, enquanto os atingidos no decorrer deste mês na região já chegam a 5.259.142, informou a Autoridade Estadual de Gestão de Desastres de Assam (ASDMA, na sigla em inglês).

As autoridades do estado indiano disponibilizaram quase 300 refúgios, onde, até o momento, foram acolhidas 147.304 pessoas, depois que contabilizaram 4.663 localidades afetadas pelas fortes chuvas, segundo a ASDMA.

As chuvas também causaram problemas em Bangladesh, onde pelo menos 34 pessoas morreram durante a última semana por causa das precipitações e de deslizamentos de terra, enquanto três pessoas permanecem desaparecidas, informou o Ministério de Gestão de Desastres bengalês.

Segundo o último relatório do ministério, quase 1,5 milhão de pessoas em 11 distritos do país foram afetadas pelas chuvas, e milhares de imóveis e de hectares de plantações também foram destruídos.

Esses incidentes meteorológicos são frequentes no sul da Ásia na época de maior intensidade das chuvas de monção, entre julho e agosto, quando as precipitações costumam causar centenas de mortes e geram transtornos para milhões de pessoas na região.

*Com EFE

Essa notícia foi extraída do site da Jovem Pan.

Fonte: Jovem Pan

Autor: Jovem Pan