Deic flagra atividade criminosa em condomínio que furtava energia elétrica na zona sul de SP

6


Marcello Casal Jr/Agência BrasilA equipe policial ainda constatou a falta de relógio de medição no loteamento

Operação do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) flagrou nesta terça-feira (28) atividade criminosa em um condomínio que furtava energia elétrica.

Segundo informações da Polícia Civil a ação aconteceu em um loteamento fechado na Zona Sul e é fruto de investigação de 3ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Crimes Patrimoniais contra Órgãos e Serviços Públicos).

De acordo com os policiais, o condomínio localizado na estrada de Cumbica, região de Cidade Ipava, ao lado da represa de Guarapiranga, usava da energia elétrica vinda de meio ilegal para abastecer todo o local: desde a iluminação dos postes até as obras residenciais.

A equipe policial ainda constatou a falta de relógio de medição no loteamento.

O delegado Walter Ferrari explicou, em nota divulgada pelo Deic, que a energia vinha diretamente da rede pública, com o popular método do “gato”. O proprietário do loteamento foi localizado e levado à 3ª Delegacia Patrimônio para esclarecer a ação ilegal flagrada pelos policiais.

Utilizar energia elétrica diretamente da rede, sem usar qualquer medidor é considerado crime de furto, tipificado pelo artigo 155 do Código Penal, com pena de prisão entre um a quatro anos e pagamento de multa.

Além do crime, ações como essa colocam a vida de quem faz a adulteração em risco, por estar exposto à rede de alta-tensão, bem como a possibilidade de causar sobrecarga no sistema ocasionando picos e apagões.

*Informações do repórter Fernando Martins

Fonte: Jovem Pan

Autor: Jovem Pan

Facebook Comments