Free Fire: o mais baixado, com mais jogadores online e audiência recorde no Youtube e Twitch

18


Free Fire é o jogo mobile mais baixado do mundo pelo segundo ano consecutivo. O título da Garena é sucesso não só no Brasil, mas em outros países também. A informação foi divulgada em relatório da App Annie e engloba downloads na App Store e Google Play Store.

Na Índia, Free Fire alcançou o top de jogos mais baixados, mesmo antes de PUBG Mobile ser banido do país.

Pode correr para qualquer lugar da internet,  Free Fire estará lá.

O game de Battle Royale acumulou mais de 72 bilhões de views em 2020 e foi o  3º jogo mais visto no YouTube, ultrapassando 100 bilhões de visualizações totais na plataforma.

Na Twitch, os streamers de Free Fire atropelam com facilidade qualquer “streamer mobile” na versão brasileira da plataforma.

Apesar da Twitch relacionar o dado apenas como “Streamers mobile”, muitos streamers que começaram no Free Fire agora fazem sucesso na Twitch independente do game jogado.

Um bom exemplo disso é o caso de Victor “Coringa” Augusto, streamer da Loud. Jogando GTA V de madrugada, ele consegue uma audiência até duas vezes maior que outros streamers famosos, com pico de 57 mil espectadores simultâneos.

loud-twitch-primeiro-ano Free Fire: o mais baixado, com mais jogadores online e audiência recorde no Youtube e Twitch
Imagem: Divulgação/Esports Chart

A que se deve o sucesso gigantesco de Free Fire em 2020?

Com grandes parcerias, Free Fire se manteve relevante na mídia e na cabeça dos jogadores. A Garena realizou ações com a série “La Casa de Papel” da Netflix e depois com o DJ KSHMR (de ascendência indiana). Mas nada se comparou ao mais recente reforço no “time de celebridades do Free Fire”. Cristiano Ronaldo, um dos melhores jogadores de futebol do mundo, virou embaixador do Free Fire em dezembro de 2020.

free-fire-cristiano-ronaldo-parceria Free Fire: o mais baixado, com mais jogadores online e audiência recorde no Youtube e Twitch
Colaboração com o jogador Cristiano Ronaldo mostra a força da marca Free Fire (Foto: Divulgação)

O posicionamento estratégico nas redes sociais também foi “na mosca”. Free Fire se manteve como um dos jogos mais comentados e vistos de 2020. Grande parte disso se deve a campeonatos incessantes que fizeram a cabeça do público. Houve finais de semana com mais de um evento oficial de Free Fire. Além disso foram realizados eventos “não-oficiais” com apresentação de streamers famosos como Nobru e até patrocínios como a Coca-cola.

O sucesso também se deve a marca Loud do Youtuber Bruno “Play Hard”. Ele fechou um contrato inédito de exclusividade com a Twitch e alavancou os views da plataforma, trazendo toda uma nova audiência que sequer era acostumada a consumir transmissões ao vivo na famosa “plataforma roxa”.

Para 2021 podemos esperar mais Free Fire. A Garena está atualmente testando uma versão melhorada do game, Free Fire Max, que segue sem previsão de lançamento final.

Com informações de Release, SportKeeda e Gadgets.ndtv.

Este post foi postado originalmente em Free Fire: o mais baixado, com mais jogadores online e audiência recorde no Youtube e Twitch.

Link original do post: Mobile Gamer

Autor do Post: Redação