Ministro Ramos diz que ser comparado a Silvio Santos é “privilégio”

11


Artigo extraido do site Metrópoles:

O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, afirmou que é um privilégio ser chamado de Silvio Santos, apelido dado por parlamentares nos bastidores do Congresso. “Estou até feliz. Quem sou eu para ser comparado com Silvio Santos?”, disse.

O assunto foi tratado em café da manhã com jornalistas que fazem a cobertura do Palácio do Planalto, do qual o Metrópoles participou, na manhã desta sexta-feira (12/07/2019).

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, congressistas comentam que “bastou ele [Ramos] assumir para começar a voar aviãozinho de dinheiro”, em referência à liberação de emendas parlamentares.

Ramos revelou que foi convidado pelo apresentador, cuja história ele admira, para almoçar.

EBC
No café da manhã, Ramos tratou de diversos assuntos, entre eles o futuro da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC). O ministro afirmou que, em conversas com o presidente da empresa pública, Alexandre Graziani, Jair Bolsonaro (PSL) demonstra indecisão em relação aos planos. Durante a campanha eleitoral, ele prometeu extingui-la. “Ele volta atrás”, revelou Ramos.

Graziani disse que o enxugamento do quadro de pessoal na empresa, em curso no momento, faz parte de um processo de “modernização”.

Durante o bate-papo, falou-se que privatizar ou fechar a empresa esbarra na Constituição e na legislação vigente. Além disso, o ministro destacou a importância da televisão aberta para a divulgação de informações à população. “Não podemos abrir mão da TV aberta”, afirmou.

Fonte: Metrópoles

Autor: Manoela Albuquerque

Facebook Comments