O Facebook não planeja dizer se você é uma das 533 milhões de pessoas cujos dados vazaram

6

O Facebook está respondendo às notícias recentes de que os dados de 533 milhões de contas vazaram online gratuitamente, mas talvez não da maneira que os usuários esperavam: a empresa não planeja notificar os usuários cujos dados foram expostos online, um porta-voz do Facebook disse Reuters.

No conjunto de dados, aparentemente há muitas informações que você pode não querer circulando na Internet – incluindo aniversários, locais, nomes completos e números de telefone – então é decepcionante saber que o Facebook não planeja notificar os usuários que podem ser afetados . A empresa citou duas razões para Reuters sobre por que não está contando aos usuários de forma proativa: ele diz que não tem certeza de saber quais usuários precisam ser notificados e que os usuários não seriam capazes de fazer nada sobre os dados estarem online.

Na terça o Facebook escreveu em seu blog que "acredita" que os dados foram coletados por meio de seu importador de contato em algum momento antes de setembro de 2019, um método que viola as políticas da empresa. Mas como Notícias BuzzFeed o repórter Ryan Mac aponta, isso não combina com o fato de que a empresa não se pronunciou ou entrou com processos judiciais contra polêmica empresa de vigilância Clearview AI para tirar fotos do Instagram e do Facebook.

O Facebook diz que “fez alterações no importador de contato” para impedir a recuperação.

Se você está preocupado se seus dados foram ou não incluídos no despejo de dados e não quer esperar para ver se o Facebook mudará de ideia sobre notificar os usuários, você pode dar uma olhada em nosso guia sobre como ver se você foi afetado. E para saber mais sobre o conjunto de dados e a falta de transparência do Facebook, você deve leitura Wired’s peça sobre as mensagens inconsistentes da empresa.

O Facebook não respondeu a um pedido de comentário.

Fonte: The Verge