Paquetá mostra insatisfação com temporada do Flamengo e evita projetar posição no Milan

24
Em despedida de Paquetá, Flamengo decepciona e sai derrotado pelo Atlético-PR


FOTO: STAFF IMAGES/FLAMENGO

A temporada do Flamengo se encerrou, dentro de campo, e o meia Lucas Paquetá fez sua última partida com a camisa do clube antes de partir para o Milan, da Itália. Nesta segunda-feira, a revelação rubro-negra comentou seu desempenho individual durante o ano, comparando com o sentimento que possui em relação aos objetivos do time carioca. Para o camisa 11, apesar de ter se destacado, queria ter sido campeão com o Rubro-Negro.

— Pelo Flamengo, muito triste por não terminar em títulos, que é o nosso principal objetivo, que a gente almeja e trabalha durante todo o ano, mas feliz pelas conquistas pessoais, pelo crescimento que eu tive, o apoio que o Flamengo me deu pra evoluir. Feliz pelo meu ano e pensando em melhorar.

Além disso, o meia, conhecido pela polivalência — já atuou no Flamengo em várias posições, tanto no meio de campo como no ataque —, evitou projetar em qual posição se encaixará na equipe italiana, se oferecendo para atuar no local em que o treinador Gennaro Gattuso escolher como o ideal: “Onde ele solicitar eu vou tentar dar o meu melhor, pra ser mais um a ajudar o Milan.”

Agora, os jogadores do Rubro-Negro  se reapresentam apenas nos primeiros dias de janeiro. No dia 10, a equipe entra em campo pela primeira vez no ano, contra o Ajax, da Holanda, pela Florida Cup, torneio de pré-temporada. Ainda neste ano, mais precisamente em 08 de dezembro, o Flamengo terá um novo presidente eleito. Ricardo Lomba, atual vice-presidente de futebol, Rodolfo Landim, Marcelo Vargas e José Peruano concorrem ao pleito.

Fonte: Coluna do Flamengo

Author: Coluna do Flamengo

Facebook Comments