Polícia prende homem acusado de matar filha e enteada em Guarulhos, na Grande SP

21


Ao lado dos corpos, ele deixou um bilhete dizendo que cometeu o crime por vingança

Reprodução/Google MapsCleiton foi localizado e preso à noite em Santos, no litoral Sul do Estado

Duas crianças foram assassinadas por pai e padrasto em Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo. O crime ocorreu por volta do meio dia desta quarta-feira (15), na Vila Carmela, região do Bonsucesso.

De acordo com informações da Polícia, Priscilla Beatriz Tavares Almeida, de 3 anos, e Edmilly Geovana Tavares da Silva, de 8 anos, filha e enteada do açougueiro Cleiton Almeida de Jesus, de 34 anos, foram encontradas mortas dentro de casa.

As vítimas estavam abraçadas em um quarto do imóvel; a polícia acredita que os corpos estavam no local há mais de 12 horas. Ao lado dos corpos, o assassino deixou um bilhete dizendo que cometeu o crime por vingança, após descobrir uma traição da mãe das crianças.

Após cometer o crime, Cleiton deixou o local, mas enviou mensagens ao sogro, avô das crianças, Zenaldo Tavares Braga, de 57 anos, informando sobre o que havia feito. Ele até o momento não foi localizado.

Zenaldo procurou a GCM, que entrou no apartamento e encontrou as crianças mortas. A suspeita é que as meninas tenham sido assassinadas por asfixia.

Ao chegar ao local e ser informada sobre o ocorrido, a avó das crianças passou mal e precisou ser socorrida ao PS Maria Dirce. A mãe das vítimas, Priscila Tavares Braga, foi levada à delegacia para prestar depoimento.

Os corpos de Priscilla Beatriz Tavares Almeida e de Edmilly Geovana Tavares da Silva foram encaminhados ao IML de Guarulhos.

Cleiton foi localizado e preso à noite em Santos, no litoral Sul do Estado, por agentes do GARRA de Guarulhos. O caso foi registrado no 7° Distrito Policial da cidade.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore



Fonte: Jovem Pan

Autor: Jovem Pan

Facebook Comments