Tesla processa ex-funcionário por suposto roubo de software

10

Tesla está processando um ex-funcionário por supostamente roubar informações da empresa, CNBC relatado. A empresa diz que o engenheiro de software Alex Khatilov roubou arquivos da rede interna da Tesla relacionados ao seu software Warp Drive, usado para automatizar muitos dos processos de negócios da empresa. Tesla alega no processo que Khatilov moveu arquivos para sua conta pessoal do Dropbox e que ele era um dos poucos funcionários da Tesla que tinha acesso aos arquivos.

De acordo com o processo, Khatilov disse aos investigadores da Tesla que “esqueceu” de mover os arquivos para seu Dropbox pessoal quando o confrontaram. Ele disse a New York Post em uma entrevista que ele havia movido acidentalmente os arquivos para o Dropbox, e não sabia que Tesla havia entrado com um processo contra ele até que o jornal o contatou.

A Tesla não hesitou em processar para proteger seus dados proprietários no passado; em dezembro a empresa liquidou com o ex-técnico de processo Martin Tripp, que admitiu ter vazado informações confidenciais para um repórter. Em 2019 Tesla processou a startup autônoma Zoox acusando quatro funcionários da Zoox —que já haviam trabalhado na Tesla— de pegar documentos confidenciais. Esse caso foi resolvido em abril passado, com Zoox admitindo que “alguns de seus novos contratados da Tesla” estavam de posse de documentos da Tesla. E seu caso contra Guangzhi Cao, que Tesla acusa de roubo de arquivos relacionados ao sistema Autopilot da Tesla, ainda está em andamento.

Fonte: The Verge